Diretto da lì – Firenze – O primeiro mês

Os primeiros dias…ops, já passou um mês!

Oi,

Como prometido, estou aqui para contar um pouco do que tenho visto e aprendido na minha temporada de estudos em Firenze.

Mesmo com todo planejamento pré-viagem, a gente só descobre como será a vida fora do país quando desembarca, né? Já completei um mês aqui! Como passa rápido!

As aulas no curso de Fashion Communication no IED estão a todo vapor, entao estou com foco total nos estudos, mas também aproveitando o pouco tempo livre para conhecer os locais turísticos e os museus (incríveis!) da cidade, além de viagens “bate volta”. Separei algumas coisas imperdíveis que  já fiz por aqui, mas é apenas um pouco de todos os sabores (mil gelatos!!!), aromas e lugares que vi. Sempre tento conectar os assuntos com o foco da minha viagem: aprender mais sobre moda e cultura. Entao ai vai:

Fundada em 1921 por Guccio Gucci, a marca sinônimo de glamour e handmade incomparável na moda italiana abriu as portas de seu museu em Florença em 2011, em comemoração aos 90 anos da grife, nascida aqui. A experiência no museu vale a pena para os apaixonados por moda e pela marca. Da sala de itens de viagem e para a casa até as peças mais fashion e artísticas, a visita te conduz perfeitamente pela mistura entre o design e o trabalho artesanal qualificado característico do “made in Italy”.

Gucci Museum

gucci museum vestido

Tive a oportunidade de conhecer o famoso Carnaval de Veneza em uma viagem de um dia organizada pela AEGEE Firenze, uma associação para estudantes que  promove encontros, cursos e eventos. Claro que o que mais me chamou a atenção foram os trajes e fantasias. Fica evidente o quanto a população da cidade se prepara para esse momento, as roupas sao riquíssimas em detalhes e ornamentos. É incrível imaginar a quantos anos esse evento acontece e como eles mantêm a tradiçao e os costumes. Vale super conhecer um pouco mais sobre a história do Carnaval de Veneza. Não tive muito tempo de conhecer os pontos turísticos, mas com certeza voltarei!

 

carnaval veneza

carnaval veneza

carnaval veneza

É um grande palácio renascentisa de Florença, próximo a margem direita do rio Arno (que corta a cidade), é só atravessar a famosa Ponte Vecchio. Ele abrigou famílias importantíssimas como os Médices, que comandavam a cidade há alguns séculos. Também foi usado como base militar por Napoleão Bonaparte no século XIX (pode imaginar como é entrar nesse lugar?) A Galeria dos Trajes contém um acervo de figurinos teatrais datados do século XVI até itens mais contemporâneos da coleção de fashionistas italianas de “outros carnavais” como Patty Pravo, Anna Rontani, Cecilia Matteucci Lavarini e outras (é visita obrigatória pra quem gosta do tema). Ainda dentro palácio, visite o jardim, mais conhecido como Boboli Garden e sinta-se como num filme de época (pausa para os suspiros!).

palazzo pitti

palazzo pitii

museu pitti

museu pitti

museu pitti

  • Outros locais mais do que imperdíveis

Claro que estou turistando!!! A Ponte Vecchio é a mais famosa e antiga da cidade, ela leva de um lado a outro (o rio Arno divide a cidade).  Uma curiosidade: foi a única ponte que sobreviveu a Segunda Guerra Mundial, sendo poupada pelos alemães.

ponte vecchio

Ponte Vecchio

Outro lugar famoso é o Mercato del Porcellino, onde você encontra, principalmente, artigos de couro (Firenze é um grande produtor de itens de couro como bolsas, sapatos e jaquetas) e souvenirs. Mas, o grande lance é tentar a sorte no Porcellino. Reza a lenda que se você tocar o nariz dele traz boa sorte e fortuna, ainda mais se colocar uma moeda em sua boca e ela cair em um pequeno buraco logo abaixo dele. Todas as moedas são doadas para a Opera della Divina Provvidenza Madonnina del Grappa.

mercato porcelino

Quem vier para Florença também tem é ir até Piazzole Michelangelo.  Um local com vista panorâmica  da cidade, é lindo! Foi construída quando a cidade era a capital da Itália em 1869. Bem perto de lá, também é possível visitar uma das igrejas históricas da cidade,  a Basílica de San Miniato al Monte, considerada uma das mais lindas do país.

piazzolle michelangelo

Outro local bacana, que fica bem ao lado da principal estação de ônibus e  trens da cidade, é a igreja e o museu da Basílica de Santa Maria Novella. É a primeira grande Basílica de Firenze, sendo a principal igreja Dominicana da cidade, construida em 1221.

igreja santa maria novella

Mas, a igreja mais famosa, como em toda importante cidade na Itália, é o Duomo ou Catedral Santa Maria dei Fiori,  é a quinta maior igreja da Europa em grandeza. É um espetáculo para os olhos, eu tenho a maravilhosa sorte de passar em frente dela todos os dias e nunca me canso de olhar!
duomo

Claro que, falando em cultura, não poderia deixar de citar à visita a Galeria da Academia de Belas Artes de Florença. É lá que está exposta uma das maiores obras de Michelangelo, a escultura de David, trabalho que retrata o herói bíblico com realismo anatômico impressionante, sendo considerada uma das mais importantes obras do Renascimento.

David

Para conferir outras obras históricas de artistas como Botticelli, Leonardo da Vinci, Caravaggio, Michelangelo e  outros, vale visitar a Galleria degli Uffizi. É respirar pura arte renascentista! Tome um cappuccino no terraço olhando para o Palazzo Vecchio.

galleria uffizi

palazzo vecchio

Para degustar diferentes  sabores, regado a um bom vinho Chianti (tipico da regiao da Toscana), de um pulinho no Mercado Central de Florença, também conhecido como Mercato di San Lorenzo. No primeiro andar você pode comprar coisas deliciosas e, no segundo andar, restaurantes servem outras maravilhas!

mercato centrale

Fiesole, um vilarejo com cerca de 14 mil habitantes, situado num colina de 300 metros de altura, fica a apenas seis quilômetros de distância de Florença e tem o por do sol mais lindo que já vi até hoje (pena que foto não é a mesma coisa). Vale a pena comprar um vinho e assistir essa maravilha da natureza acontecer bem na sua frente (eu rezei agradecendo pela oportunidade!!!).

fiesole

San Gimignano, vilarejo da região da Toscana (fica a 56 km  a Sul de Florença), é uma visita que você pode fazer em meio dia e não se arrependerá.  Você se sente numa atmosfera feudal num pitoresco clima italiano num local habitado por cerca de sete mil pessoas.  É considerado patrimônio mundial da UNESCO. Uma graça!

san geminiano

san geminiano

Outro vilarejo medieval é Montepulciano, também na região da Toscana, perto de Siena. Em cerca de 30 minutos você conhece tudo e jamais se esquecerá. Lá foram gravadas cenas do filme “O Gladiador”.

monte pulciano

Outra importante cidade da região da Toscana é Siena, que possui cerca de  52 mil habitantes e também é patrimônio mundial da UNESCO. Possui uma história ainda mais antiga do que Florença, as duas cidades são conhecidas por sua rivalidade em séculos passados, quando havia interesse mútuo em dominar os territórios vizinhos. E, acredite, essa “rincha” existe até hoje. Não peguei um dia muito bom, chovia muito, então com certeza voltarei na primavera!

siena

E ainda tem muito mais para ver, experimentar e aprender! É só o começo da jornada 🙂

Arrivederci! Baci a tutti =)

 

  • Share on Tumblr

One thought on “Diretto da lì – Firenze – O primeiro mês

Deixe uma resposta