Aprenda dicas com os desfiles internacionais de outono/inverno

Pessoal,

Sabia que hoje,  dia 21 de março, começa “oficialmente” o outono? Eu adoro essa estação, é aquela coisa nem frio, nem calor, são as folhas secas enfeitando as ruas, os dias ensolarados e as noites fresquinhas com temperatura amena.

Pensando nisso, preparei um post com o que podemos aprender com os desfiles mais hypados da cena fashion internacional para as duas estações que estão por vir: outono e inverno.

Ouço muita gente falar “ah, isso é coisa de desfile”, por achar que o que se vê nas passarelas não é aplicável no dia a dia. Mas existem desfiles e desfiles, né? Alguns são bem conceituais e lúdicos (e lindos!), outros são mais “práticos” e “possíveis” para a vida real.

Selecionei alguns looks que, mais do que tendências para outono/inverno, nos ensinam algumas dicas bem valiosas. Olha só…

 Chanel

© Veronica Morales Angulo

No polêmico desfile da Chanel, o super criativo Karl Lagerfeld e seu time mostraram como usar look monocromático com “interessância”. Look de uma cor só, ou tom sobre tom, não precisa ser sem graça. As aplicações na parte de cima parecem formar um colete, que compõem um lindo desenho nas mangas, tudo arrematado por vários colares de pérolas enrolados e um lenço também rosa. Pra vida real: dá para reformar aquele seu tricô, não dá?

 Louis Vitton

© Veronica Morales Angulo

No desfile da Louis Vitton, mais minimalista, a gente viu muito couro e tons neutros. Além disso, praticamente todos os looks tinham um cinto usado assim “amarrado” na cintura. Pra vida real: cintura marcada sempre traz feminilidade a qualquer look, que tal usar os cintos assim de um jeito diferente?

 

© Veronica Morales Angulo

Ainda na passarela do Louis Vitton, olha aqui uma coordenação de cor com mensagem mais esportiva: 3 cores num mesmo look, tons terrosos (vermelho e marrom) e um azul que deixou tudo bem criativo. Pra vida real: dá pra brincar de deixar um look mais informal e mais formal. Se a gente trocar a parte de cima que na imagem é mais esportiva por uma camisa, o que acontece? Look adequado para o escritório, para o almoço de negócios, para visitar o cliente. Colocou uma jaquetinha bem esportiva como essa do desfile ? Look informal para jantar com as amigas, ir ao cinema e mostrar muito estilo! E olha aí o cinto “amarrado” na cintura de novo? Ponto de cor e feminilidade. Isso é esportivo chique, e possível!  

 

© Veronica Morales Angulo

Também na Louis Vitton mais uma aula de mix de estampas e mensagens. O vestido floral bem fluído (soltinho), ganhou mangas mais estruturadas que descem quase até a cintura, num contraste de preto com branco que, ao invés de deixar o look muito menininha, fez a modelo ficar super poderosa! Ainda mais com a bota de cano curto mais “pesada”. Super power! Pra vida real: você pode usar aquele seu vestidinho de verão com uma jaqueta de couro mais pesada e botas de cano curto. Ou ainda, você pode pedir para aquela costureira de confiança criar mangas “portáteis”, tipo um colete com mangas bem estruturadas, num tecido bem de inverno: couro ou camurça, por exemplo, que você pode “jogar” em cima dos seus vestidinhos durante as estações mais frias. Que tal?

Valentino

 

© Veronica Morales Angulo

Da passarela da Valentino também dá para extrair algumas coisas legais como: usar saia midi no inverno e fazer coordenação de estampa sem erro. Pra vida real: A saia midi, com o comprimento assim mais curtinho como o da imagem, vai continuar como tendência nas estações mais frias. Esse look é uma ótima referência de como usá-la. Aqui a gente aprende duas coisas numa tacada só: a primeira é que você pode usar a saia midi com botas de cano longo, dessas que vão quase até o joelho mesmo (sensação de silhueta alongada e look bem quentinho pro frio!) e a segunda é a coordenação de estampa de um jeito quase infalível.  É assim:  repita na peça lisa uma das cores da peça estampada (na imagem o tom foi o vermelho, que também foi usado numa tonalidade mais escura nas botas e na bolsa). Sacou?

 

© Veronica Morales Angulo

Também no desfile da Valentino dá para a gente ver que misturar tecido mais levinho (do vestido) com botas de couro cano longo faz o look ficar mais pesado, mas num sentido positivo de trazer força e poder, não acha? Pra vida real: não tenha medo de misturar peças leves com pesadas. Pra não errar: se o vestido é estampado como esse da foto, use botas e acessórios repetindo uma das cores (olha só o “fundo” preto do vestido com as botas pretas como fica harmonioso, parece que tudo se conversa sabe). E um “plus a mais” é que estar poderosa também te deixa very sexy, mesmo no outono/inverno quando a gente não mostra quase nada de pele.

 

© Veronica Morales Angulo

Ainda na Valentino, aula de mix de texturas (couro + tricô + renda transparente). Pra vida real: de novo a saia midi tá vendo? Cada peça isolada desse look renderia vários outros looks, mas vamos nos concentrar no que vemos aqui: é possível misturar texturas e tecidos diferentes sem medo de errar. O couro mais “pesado” foi “acalmado” pela renda e o super tricozão deixa o look bem quente para a estação (sem ele o look seria mais primavera/verão). Nesse caso, é bacana usar sapato fechado e não botas, porque elas por si só já são super pesadas e o tricô também, e a ideia é fazer misturas lembra? Pesado com leve!

Repara também na coordenação de cores… a gente vê que as cores da saia e da blusa se repetem no tricozão (preto e branco). Certo?

 

© Veronica Morales Angulo

Valentino ainda tá? Dá para usar vestido mais soltinho com bota estilo galocha e deixar o look bem apropriado para o inverno. Pra vida real: a bota cano longo também super funciona com vestido mais curtinho. Se ela for em couro, fica tipo super sexy, se ela for assim mais pra uma galocha como essa da foto, fica mais jovial. O vestido preto ganha graça com botas estampadas, ou coloridas, ou com formas geométricas como essa da foto (percebe que tem preto na bota também?).

Daria até para colocar uma meia calça que repetisse uma das cores das botas (verde, vermelho ou branco), preto não porque é nível básico e nós somos criativas né?

Hermes

© Veronica Morales Angulo

No “palco” da Hermes, novamente como combinar estampas. Pra vida real: aqui já um pouco diferente, eu diria que é nível avançado da coordenação de estampas, pois elas tem formas diferentes, mas “valores” equivalentes de cor (fundo preto e tons opacos) e estilo (desenhos florais e mais “orgânicos”). É uma mensagem de alta criatividade para quem não tem medo de ousar na “decoração” de si mesma. Uh-lá-lá!

 Saint Laurent

© Veronica Morales Angulo

Na cat walk da Saint Laurent, dá pra gente ver como arrasar no look night para o inverno (que eu particularmente acho bem difícil). Pra vida real: você pode misturar brilho em texturas diferentes, mas procure “valores” de cores próximas. Na imagem por exemplo, o brilho do mini macacão é cinza, assim como o do casaco. Ta bom vai, dificilmente a gente vai encontrar alguém que tenha assim um super casaco todo brilhante, mas pensa só nesse look com um trench coat, também rola né? Ah, e não é porque tem brilho que não dá para usar com botas, mas perceba o acabamento em verniz dela. Procure achar “conexões” entre as peças, tentando sempre harmonizá-las (pode levar em consideração cor, texturas e estampas como já vimos anteriormente).

 

© Veronica Morales Angulo

Ainda na Saint Laurent, olha que look super usável. Pra vida real: aqui o bacana é o ponto de cor que a saia criou, mesmo com o fundo preto e cores complementares ao restante do look, ela brilha e traz uma acabamento super interessante para arrematar esse modelo para dias bem frios. O brilho da saia “quebra” a monotonia do preto, já o cinza do tricot, “acalma” o look.

Emanuel Ungaro

© Veronica Morales Angulo

Na passarela de Emanuel Ungaro, combinação de estampas iguais, com cores diferentes. Pra vida real: ok, dificilmente a gente vai ter no armário peças com a mesma estampa, em cores diferentes, mas aqui o exercício é imaginar que, a parte de cima ou a parte de baixo, poderia ser de uma estampa diferente, mas para harmonizar o ideal é que os “valores” sejam iguais (de tamanho da estampa e pelo menos uma cor em comum, nesse caso, o fundo preto).

 Elie Saab

© Veronica Morales Angulo

Na passarela de Elie Saab, olha só como parece que ele fez um mesmo vestido, só que versão inverno e versão verão. Pra vida real: o mesmo estilo de vestilo, com tecidos diferentes, passam mensagens diferentes.  O modelo da esquerda, em camurça, com manga longa e bota cano curto passa uma mensagem mais “pesada”, cheia de informação ligada ao inverno. Já o da direita, em tecido fluído, sem manguinhas e sandália aberta, é mais “leve”, tem uma mensagem que “aproxima” mais as pessoas ao movimento do tecido. Mas, ambos são sexy por dois elementos em comum: cintura marcada (mensagem bem feminina) e uma super fenda!

 

© Veronica Morales Angulo

Ainda na Elie Saab, o efeito visual de aumentar e diminuir das cores. Pra vida real: tons mais claros “ampliam” espaços, enquanto que tons escuros parecem “diminuí-los”. Olha só a modelo da foto acima e como parece que ela vai “crescendo” na parte de baixo quando você olha a extensão do vestido. Você pode usar esse truque ao seu favor quando quiser chamar mais atenção para uma determina parte do corpo. Tipo: quem tem ombrinhos mais largos pode abusar de cores e informações na parte de baixo para equilibrar, e para quem tem quadris largos, pense no oposto: use estampas e tons claros, vivos e fortes na parte de cima.

 

© Veronica Morales Angulo

Elie Saab ensina mais! Pra vida real: olha só como o decote em formato “V” aloooonga a silhueta” (modelo lado esquerdo), já o decote fechado não. E não existe certo ou errado, é só para a gente saber como usar essas informações a nosso favor. Decote assim bem fechadão não é muito indicado para mulheres com seios grandes ou mais “cheinhas”, justamente por criar mais “volume” nessa região do corpo. Se for essa a opção, invista num salto para dar uma alongada, use tons mais escuros (como esse da foto) ou coloque um colar comprido, que também dá uma efeito de alongamento.

E aí, o que achou das dicas? Tente ver os desfiles com outro olhar, olhar de quem está procurando o que pode ser extraído de bom!

Beijos <3

 

 

 

 

 

  • Share on Tumblr

Deixe uma resposta